Ricardo Sergio Sarmento Gadelha
Pesquisador da Estação Experimental de Itaocara

Regina Célia Alves Celestino

Pesquisadora da Estação Experimental de Macaé
Qual é o efeito da urina de vaca nas plantas?

As plantas ficam saudáveis e mais resistentes às pragas e doenças.
É a possibilidade de o produtor utilizar, regularmente, uma adubação completa. De acordo com os estudos desenvolvidos até o momento, as principais substâncias encontradas na urina de vaca são: nitrogênio, fósforo, potássio, cálcio, magnésio, enxofre, ferro, manganês, boro, cobre, zinco, sódio, cloro, cobalto, molibdênio, alumínio (abaixo de 0,1 ppm), fenóis (aumentam a resistência das plantas) e ácido indolacético (hormônio natural de crescimento).

Como colher a urina de vaca?

Na hora da retirada do leite, a vaca geralmente urina, momento em que a urina deve ser recolhida com um balde comum.

A urina de vaca pode ser guardada?

Recomenda-se guardar em recipientes plásticos com tampa, onde deve permanecer por três dias antes de usar.
Em recipientes fechados, a urina poderá permanecer por até um ano sem perder a ação.

Como usar a urina de vaca?

Misturada com água na proporção correta para cada cultura. Quantidades maiores que as indicadas pelos testes de campo poderão causar danos às plantas.
A aplicação da mistura poderá ser feita no solo ou em pulverizações sobre as plantas.
A aplicação no solo é feita principalmente em fruteiras.
Em pulverização, a urina é aplicada da mesma maneira que o produtor utiliza para aplicar produtos químicos. Os intervalos de aplicação deverão ser respeitados para cada cultura, de acordo com os testes de campo.
Como a urina de vaca possui alto poder de penetração na planta, não é necessário usar espalhante adesivo.

Que quantidade de urina de vaca usar?

As principais indicações dos testes de campo realizados pela PESAGRO-RIO em parceria com produtores rurais são:

» HORTALIÇAS

• Quiabo, Jiló e Berinjela

O melhor resultado foi obtido com a mistura de 1 litro de urina em 100 litros de água, pulverizada nas plantas de 15 em 15 dias.

• Tomate, pimentão, pepino, feijão-de-vagem, alface e couve

Bons resultados foram obtidos com a mistura de meio litro de urina de vaca em 100 litros de água, pulverizada uma vez por semana.

» FRUTEIRAS

• Maracujá, coco, acerola, limão, laranja, tangerina, banana, pinha, manga, jabuticaba, goiaba.

Os estudos ainda se encontram em andamento, porém, para a realização de testes em pequenas áreas, podem ser seguidas as orientações que se seguem.

• Abacaxi


Nos primeiros quatro meses, pulverizar a mistura de 1 litro de urina em 100 litros de água. A seguir, devem ser feitas pulverizações mensais da mistura de 2,5 litros de urina em 100 litros de água. A aplicação do produto deve ser suspensa dois meses antes da indução da floração, retornando a partir do avermelhamento.

» APLICAÇÃO NO SOLO

Recomendação para testes:
Por que o produtor deve usar urina de vaca?
» APLICAÇÃO EM PULVERIZAÇÃO

Recomendação para testes:
• Café

O procedimento anterior pode ser utilizado para testes na cultura do café.

• Plantas ornamentais

Diluir 5ml de urina de vaca em 1 litro de água e aplicar 50 a 100cc da mistura no solo, de acordo com o tamanho da planta, de 30 em 30 dias.

Como as pesquisas sobre a utilização de urina de vaca em lavouras ainda se encontram em andamento, a PESAGRO-RIO solicita aos produtores que vierem a utilizar o produto que informem regularmente sobre os resultados obtidos à:

Coordenadoria de Difusão de Tecnologia
Telefax: (21)3603-9246

E-mail: cdt@pesagro.rj.gov.br


O Instituto Nacional da Propriedade Industrial concedeu a Carta Patente nº PI 9301910-6 à PESAGRO-RIO sobre os “Métodos para utilização da urina bovina no controle de fungos e bactérias; como fertilizante e estimulante de crescimento; como estimulante de Enraizamento; como herbicida; como transportadora e fixadora de substâncias; para aumentar o teor de sólidos solúveis; como estimulante de floração; para aumentar o tempo de duração do fruto na planta e para tratamento pós-colheita”, pelo período de vinte anos.
 
URINA DE VACA
Alternativa eficiente e barata
· Porque diminui a necessidade de agrotóxicos e adubos químicos.
· Reduz os custos de produção.
·
Nutre corretamente a planta, aumentando o número de brotações, de folhas e de flores e aumenta a produção.
· Não causa risco à saúde do produtor e do consumidor.
· Está pronta para uso, bastando acrescentar água.
·
Pode ser utilizada em quase todas as culturas e o efeito é rápido, além de ser facilmente obtida.
·
Misturar 5 litros de urina de vaca em 100 litros de água e aplicar no solo, junto à planta, meio litro da mistura por planta, no caso de plantas pequenas; 1 litro por planta para plantas médias e 2 litros por planta para plantas grandes.
·
A aplicação deve ser repetida a cada três meses. No caso do maracujá, a quantidade da mistura é de meio litro por planta.
·
Misturar 1 litro de urina de vaca em 100 litros de água e aplicar em intervalos mensais, molhando toda a planta.